fbpx

Confie no potencial dos produtos naturais e tenha muito mais saúde!


A correria do dia a dia nos tem feito descuidar de nossa alimentação. A facilidade dos produtos industrializados e os sabores prometidos pelas cadeias de fast-food têm nos levado a comer de forma descuidada e prejudicar a nossa saúde. Por isso hoje vamos falar sobre produtos naturais.

Cada vez mais surgem casos de pessoas desenvolvendo doenças devido à má alimentação. Problemas cardíacos, alterações na pressão arterial, diabetes e outros problemas estão diretamente associados ao hábito de não consumir produtos naturais.

Mas a alimentação deficitária também está acarretando outros tipos de problemas menores que muitas vezes não nos damos conta. Distúrbios endócrino-metabólicos têm atingido jovens devido aos hormônios usados para alimentar animais de corte. Outros problemas como mau funcionamento de glândulas e órgãos também vêm sendo associados ao que comemos.

O mau funcionamento do intestino, por exemplo, é comumente relacionado a uma alimentação errônea.

produtos naturais

Volta às raízes

Quem mora em áreas rurais ainda consegue encontrar produtos naturais perto de casa. Muitas pessoas cultivam hortas em seus quintais ou têm pequenas criações para consumo próprio. Mas quem vive nas grandes cidades, enjaulado em condomínios de apartamentos, enfrenta uma dificuldade um pouco maior.

Apesar disso, é cada vez mais comum a presença de pequenas plantações nas sacadas dos apartamentos, em pequenas floreiras, as pessoas cultivam hortaliças e as usam no dia a dia.

Consumir produtos naturais exige disponibilidade. Vegetais e carnes frescas tendem a estragar em poucos dias, por isso é preciso ir constantemente aos locais de venda e preparar tudo em pequenas proporções. Dá para resolver isso usando a inteligência.

Para quem tem freezer e liquidificador em casa, coisa comum nos dias de hoje, dá para preparar muitas receitas naturais e armazenar para vários dias. Quer algumas dicas?

Ideias de possíveis receitas

Refrigerantes e sucos de caixinha são grandes inimigos da saúde. A quantidade de açúcar contida neles é altamente prejudicial. Para resolver a questão, compre a fruta da sua preferência e bata no liquidificador, produzindo polpa. Guarde esses produtos naturais em pequenos recipientes e congele tudo, usando conforme a necessidade.

Sobre o açúcar, que tal substituir esse vilão pela variedade mascavo, que é bem menos processado ou, melhor ainda, adoçar os alimentos com mel? Dá até para perder uns quilinhos seguindo essa dica.

Outra dica importante é reduzir o sal. O sódio é o causador de vários problemas de saúde, principalmente a pressão alta. Para compensar a falta de sabor, utilize produtos naturais, como ervas e legumes para temperar os alimentos. Experimente cozinhar pedaços de abóbora ou mandioquinha no feijão. Para o arroz, cenoura ralada e cebolinha picada dão sabor e ainda são bons para a saúde.

Oportunidade de negócio

A preocupação das pessoas em levar uma vida mais saudável vem aumentando graças à quantidade de informação disponível. Essa tendência de aumento da procura por alimentos mais saudáveis está obrigando os fabricantes a buscar alternativas menos nocivas e abrindo as portas para novas oportunidades.

Pequenas empresas estão se especializando na produção de produtos naturais para suprir essa carência. Já existem lojas inteiramente dedicadas ao comércio desses itens.

Outros empreendedores estão conseguindo bons resultados produzindo refeições naturais. Entregues em domicílio, as “marmitas naturais” são um sucesso.

Nessa mesma onda estão os alimentos funcionais. Comendo o alimento certo, conseguimos melhorar o funcionamento de partes específicas do nosso corpo. Sucos e chás estão voltando com tudo aos cardápios, principalmente devido às suas propriedades funcionais e até mesmo curativas.

As dificuldades logísticas ainda tornam os alimentos orgânicos e naturais um pouco caros quando comparados com o poder produtivo da indústria, porém, cada vez mais pessoas estarão dispostas a pagar um pouco mais por eles. A chegada de novos competidores ao mercado também deve equilibrar a balança dos preços.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe nossos outros conteúdos e fique sempre bem informado. Para encontrar outros temas interessantes para você, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro de nossas novidades. Não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais com seus amigos.