fbpx

Conheça coisas que prejudicam os dentes e talvez você nem imagine


1 – Palitar os dentes

Pós refeição, muitas pessoas automaticamente procuram o palito de dente. Ele pode ser usado como um substituto do fio dental, pois não deveria, pelo fato desse instrumento fabricado para remover restos de alimento não cumprir o que promete. O palito colocado entre os dentes, acaba provocando machucado na gengiva. Podendo empurrar o alimento para dentro dela e causar um abcesso agudo ou necrose.

Algumas pessoas em certo caso, fazem o movimento errado na hora de palitar os dentes causando até perdas óssea. Com a pessoa podendo ter problemas periodontais, e também podendo ter traumas na gengiva. Também empurrando alimentos para dentro da gengiva e podendo causar até uma inflamação, Além de não higienizar igual o fio dental. E sem contar que palitar os dentes não resolve o problema.

2 – Tomar certos medicamentos

A grande dúvida das pessoas é que se os antibióticos são nocivos aos dentes. E ela tem a grande razão de ser. Pois são formulados à base de tetraciclina, que era bastante usado antigamente, pelo fato de poder mudar a estrutura dos dentes, mas isso acontece apenas com as crianças.

A tetraciclina acaba afetando a formação dos dentes e alterando a cor deles, que conforme o tempo vão ficando de um tom mais cinzento. Lembrando que não são só apenas os antibióticos que alteram os dentes. Medicamentos usados para doenças graves como por exemplo o câncer, podem causar sérios problemas como a xerostomia, que é a baixa produção de saliva pelas glândulas salivares.

3 – Escovar os dentes com força

Isso causa um trauma de escovação, significa que nada mais é do que usar muita força para escovar os dentes, fazendo movimento errado e utilizar escovar de cerdas duras. É uma coisa que não deveria ser feita, pelo fato de causar danos aos dentes.

4 – Fazer procedimentos estéticos de qualquer jeito

Não existe pessoas que não tenham o sonho de ter dentes brancos e simétricos. O que acontece na maioria das vezes, é que acontece esse desejo de tornar obsessão e a pessoa ignorar os riscos de alguns procedimentos, como por exemplo o clareamento dental. Um clareador promove uma reação que gera oxigênio, que tem o papel de limpar a estrutura do dente.